Live com ‘Mãe de Sete’ está disponível no canal da Funpresp-Jud

 In Destaques, Notícias Institucionais

A live em homenagem ao Dia das Mães, realizada pela Funpresp-Jud no dia 7 de maio, com a Julyana Mendes, mais conhecida como “Mãe de Sete”, está disponível em nosso canal no Youtube. O tema foi: “Família em Quarentena: como ensinar o valor do dinheiro aos filhos?”. Clique aqui para assistir! A transmissão alcançou 2,2 mil impressões e foi direcionada aos participantes do plano de benefícios JusMP-Prev, aos empregados da Fundação e ao público em geral.

Julyana possui filhos de idades diferentes, de 4 a 25 anos.  Engenheira Civil por formação, há alguns anos escolheu ficar mais tempo com os filhos e passou a compartilhar as experiências da maternidade com outras mães, pais, educadores e cuidadores, fruto dos seus estudos na área da parentalidade. Atualmente, é colunista da revista Crescer, da Editora Globo. Por meio das redes sociais, Julyana se comunica com milhares de pessoas. Apenas no Instagram (@maedesete), são mais de 350 mil seguidores.

Sobre a quarentena ocasionada pelo Covid-19, Julyana comentou que a falta de controle sobre tudo que está ao redor e sobre a rotina que sempre existiu fez com que muitos pais se tornassem mais ansiosos. Com isso, ficaram mais rígidos na tentativa de estabelecer o controle. Diante desse cenário, a educadora parental aconselhou a “olhar para dentro de casa com menos controle, com menos rotina”. Em sua casa, Julyana tem buscado rotinas mínimas, aceitar que o mundo está diferente e que não serão aplicados os mesmos horários. No entanto, “é preciso ter hora para acordar, rotina da casa, rotina de estudos”, diz ela. “O combinado e o equilíbrio são as melhores ferramentas”, completou.

Para Julyana, é importante que as mães não se sintam responsáveis por tudo e saibam ouvir os filhos e trazê-los para buscar soluções, inclusive financeiras. “Ninguém quer colaborar com alguém que não te escuta, que não sabe os seus desejos”, comentou.

O isolamento social tem feito com que muitas famílias tenham perda financeira. Com isso, é necessário rever os gastos. Julyana destacou que a educação financeira não é feita somente ao valorizar o dinheiro e distribuir mesada, mas em dar exemplos e redefinir valores importantes na vida, como do tempo, do trabalho, da presença. “A presença tem mais valor do que o presente”, comentou sobre a oportunidade de maior convivência entre pais e filhos. Neste momento atual de isolamento social, o aumento do consumo em alimentação e compras em geral podem significar a necessidade de “anestesia” e compensações internas, explicou. Para Julyana, tudo precisa ser observado e conversado em família.

“Mesada é um excelente caminho para começar a educação financeira”, disse. Julyana contou a experiência de fazer planilhas para que cada filho registrasse os gastos da mesada. Questionada por meio de perguntas sobre a idade para começar a pagar mesada e sobre valores, Julyana explicou que é relativo para cada família. O valor depende do que os pais desejam incluir na mesada e citou exemplos que pessoas que optam até pelo pagamento de gastos com celular e até pagamento de mensalidade escolar.

Por último, destacou a importância da aprendizagem com os filhos e de aproveitar o momento atual para prepará-los para o que vem pela frente e isso pode não ser em frente ao computador. “O importante neste momento agora é a vida”, resumiu.

Clique aqui e assista a live.