Por ser um investimento de longo prazo, a previdência complementar é a melhor opção para planejar seu futuro e realizar seus sonhos. Na Funpresp-Jud você capitaliza seus recursos em uma conta individual e recebe 100% da rentabilidade obtida nos investimentos.

Quanto antes você aderir, maior será seu benefício ao seu aposentar. Já conhece o Plano e todos os benefícios?

Você Sabia?

Em abril de 2018 a rentabilidade do Plano de Benefícios (PB) foi de 0,84%, ante 0,52% do CDI e 0,37% da poupança. O acumulado dos 4 primeiros meses do ano foi de 3,79%, ante 2,11% do CDI e 1,56% da poupança.

No ano de 2017, os investimentos dos recursos dos participantes obtiveram uma boa rentabilidade tendo alcançado 10,91% no PB, ante 9,93% do CDI e 6,61% da poupança. A rentabilidade real (descontando-se o IPCA do período) alcançou 7,73% no PB. Adicionalmente, tal retorno permanece acima da meta de rentabilidade do Plano de Benefícios (Benchmark do PB: 7,25%) no mesmo período.

Confira abaixo o comparativo de nossa rentabilidade.

Legenda:

PB – Plano de Benefícios
PGA – Plano de Gestão Administrativa

*Descontando-se o IPCA do período
** Medida pelo IPCA do período
Fonte: Funpresp-Jud e IBGE

Você pode conferir todos os Relatórios de Investimentos da Funpresp-Jud nos links abaixo, divididos por mês.

2018

Relatório de Investimentos Abril – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Março – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Fevereiro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Janeiro – Relatório Completo / Relatório Resumido

2017

Carta aos Participantes – Resultados dos Investimentos em 2017
Relatório de Investimentos Dezembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Novembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Outubro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Setembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Agosto – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Julho – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Junho – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Maio – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Abril – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Março – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Fevereiro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Janeiro – Relatório Completo / Relatório Resumido

2016

Carta aos Participantes – Resultados dos Investimentos em 2016
Relatório de Investimentos Dezembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Novembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Outubro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Setembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Agosto – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Julho – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Junho – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Maio – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Abril – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Março – Relatório Completo / Relatório Resumido

Relatório de Investimentos Fevereiro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Janeiro – 
Relatório Completo Relatório Resumido

2015

Relatório de Investimentos Dezembro –Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Novembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Outubro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Setembro – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Agosto – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos Julho – Relatório Completo / Relatório Resumido
Relatório de Investimentos 2º Trimestre – Relatório Completo
Relatório de Investimentos 1º Trimestre – Relatório Completo

2014

Relatório de Investimentos – Relatório Completo

Entidades Fechadas de Previdência Complementar

funpresp_tabela_comparativo

Funpresp-Jud – Até Dez/2017

Política de Investimentos 2018

A Política de Investimentos 2018 da Funpresp-Jud foi aprovada pelo Conselho Deliberativo na 12ª Sessão Ordinária, de 6 de dezembro de 2017, e tem por objetivo servir como ferramenta de planejamento, fornecendo as diretrizes gerais para a gestão dos recursos financeiros a serem administrados pela Fundação, visando retornar os melhores desempenhos para os recursos dos participantes e patrocinadores, observando os mais elevados níveis de prudência, bem como princípios de governança, segurança, solvência, liquidez e transparência.

Este documento orienta a gestão dos investimentos, sendo imperativo que todas as atividades a ela relacionadas sejam exercidas, pelas pessoas e instituições, com boa fé, lealdade e diligência, observando apropriados padrões éticos, garantindo assim o cumprimento do dever fiduciário da Entidade em relação aos participantes, assistidos e patrocinadores do Plano de Benefícios.

Para a gestão dos recursos, que poderá ser realizada por meio de carteira própria, carteira administrada ou fundos de investimento, a Funpresp-Jud contratará somente instituições ou administradores de carteiras ou fundos de investimento que estejam autorizados e registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Esta também será seguida em suas diretrizes e limites prudenciais quanto à aplicação dos recursos, conforme preceitua o art. 17 do Estatuto da Funpresp-Jud. Desta forma, a Política de Investimentos está balizada, no mínimo, pelas normas que governam o tema investimentos em Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), podendo ainda ser mais restritiva que os normativos vigentes.

Clique aqui para acessar a Política de Investimentos.

 

Plano de Trabalho de Investimentos 2018

O presente Plano de Trabalho de Investimentos 2018 foi aprovado pelo Conselho Deliberativo na 1ª Sessão Ordinária, de 10 de janeiro de 2018, com o objetivo de se aprimorar a gestão de ativos da Fundação. Dessa forma, referido documento segue, necessariamente, as diretrizes gerais constantes da Política de Investimentos 2018, e apresenta a estratégia mais indicada a ser seguida ao longo do ano, dentro de cada um dos cenários prospectivos elencados.

Clique aqui para acessar o Plano de Trabalho de Investimentos 2018.